Coconut Oatmeal Stout (40L)

on 15 de junho de 2007

Receita do Scott "Doc" Lothamer, tentei recriá-la.  Mas demorou muito pra eu perceber que cervejas escuras nunca davam certo aqui na cervejaria.  Foi só em 2013 que eu comecei a ajustar a água com bicarbonatos/carbonatos para cervejas escuras que elas começaram a melhorar.

FERMENTÁVEIS
- 7,7kgs malte pilsen (senti ele meio murcho já)
- 500g malte munich
- 500g de malte chocolate
- 900g de aveia (500g Quaker + 400g Boavista em lâminas)
- 400g cevada torrada e moída
- 130g Caramunich

LÚPULOS
- 30g Mt Hood a 1h45m
- 30g Mt Hood a 20min

FERMENTO
(Não especificado)

PROCEDIMENTO
- 65ºC por 20 min -> 67ºC por 60min -> 72ºC por 60 min
- Subi para 80ºC e comecei o sparge: durou 1h20. Coletei ~60L
- Irish moss a 10min do fim da fervura
- OG: 1.048 (12 Brix)

NOTAS
- Uma semana depois transferi para 2ªrio
02/07: 1.020.  Engarrafei 7L com 42g de açúcar cristal (6g/L) e +10L foi ao barril, sem primming.  Provei ao engarrafar e achei a cerveja um pouco sem corpo e extrato de côco extremamente notável (e ruim).  Pensando agora eu acho que atribuí o off-flavor originalmente ao extrato de côco erradamente.  A cerveja base é que tinha o off-flavor medicinal, e não teve nada a ver com o extrato.  Eu não entendia que as cervejas escuras estavam dando errado porque a água aqui de casa é extremamente mole.
20/07: Provei das garrafas.  Além do gosto do extrato ser extremamente notável e ruim, alguma contaminação ocorreu.  O gosto está medicinal, horrível, sem corpo, talvez um pouco de vinagre, não sei.  Vou jogar fora a leva inteira.  Água ruim? Água sanitária residual? Plástico do fermentador não tá limpo? Sei lá.  Outra coisa: o torrado estava pouco aparente.
- Carbonatação ficou boa.  Diria que até um pouco excessiva.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...